Requerimento- Porte de Arma de Fogo

Informamos aos Oficiais de Justiça que efetuaram o curso para aquisição e porte de arma de fogo, que os mesmos deverão seguir os passos conforme explicado abaixo. Lembramos que, o item 11 do segundo passo, o Oficial tem que ligar para o Coronel Fabio, para que este leve até a policia federal as provas de capacidade técnica e que o pedido passa por 2 fases, a 1ª a requisição para aquisição da arma de fogo e a 2ª para o porte, sendo necessário para a efetivação da 2ª fase o cumprimento da 1ª.

O item 6 do 1º passo não requer que seja uma fundamentação complexa, apenas uma declaração simples de efetiva necessidade do uso do equipamento, caso algum desses requerimentos sejam indeferidos, o Oficial deve entrar em contato com a acessória jurídica do SINDOJUS para que sejam tomadas as providencias cabíveis.

 

Este post 3 Comentários

  1. Bruno disse:

    Bom dia, quanto a fundamentação, esta vai ser única para todos, ou seja, o texto nos será dado pelo SINDOJUS, ou cada um fará a sua, da forma que bem entender?

    Obrigado.

  2. Edvaldo Lima disse:

    Caro colega, o SINDOJUS poderá disponibilizar uma fundamentação genérica para todos os colegas. Vou providenciar e até Quarta Feira da próxima semana estaremos enviando para o email de quem solicitar. Algumas alterações deverão serem feitas pelos colegas, quando for necessária. Um abraço!

  3. Eudes Costa disse:

    Prezados Colegas do Sindojus, bom dia! Gostaria de saber se podemos entrar com o pedido direto do porte de arma ou se temos que entrar primeiro com o registro e depois com o porte e se temos que apresentar a documentação duas vezes. Obrigado.

Deixe uma resposta